Arquivo da tag: amor

Entre nós

Não gosto de sair de casa, prefiro meus livros às pessoas, me perder em meus pensamentos. O telefone toca, me contam que talvez você vá à festa de hoje a noite, faz tempo que não te vejo, que não te observo secretamente. Coração acelera, as pernas tremem. Me arrumo em um pulo, você nunca reparou em mim mesmo. Chego cedo, estudo o lugar. Gosto de observar as coisas. Noto você chegando, aquela cara de bobo que adoro, carinha de quem está sempre perdido. Disfarço, puxo papo com alguém. Te fito discretamente.

 

Encontro-te na festa: linda, vestido azul comportado, sorrindo com umas meninas. Reparo nos seus olhos, boca, seu jeito que sempre gostei. De assalto me vem a lembrança de um sonho: nós dois cara a cara, o silêncio constrangedor que surge quando o assunto acaba, quando a vontade transpira, você tão perto e eu tão distante, o nosso olhar… uma eternidade.

 

Apenas sorrio, como se estivesse entretida com a conversa, mas sorrio de você, tão deslocado quanto eu. Talvez fosse interessante te conhecer, por um instante tocar sua mão, sentir de perto o perfume. Volto para a conversa.

 

Preciso de uma cerveja, algo para ficar na mão, desisto no meio do caminho, quero um cigarro, um whisky, quero sentar. Saí de casa sem propósito, queria espairecer, te encontrar me deixou perdido. Acendo um cigarro (se importa que eu fume?), apago o cigarro. Olho para o céu, nenhuma estrela, falta inspiração, na verdade coragem, para falar com você.

Respiro fundo, levanto (não penso) e vou caminhando ao seu encontro (o que estou fazendo?). Olhos decididos, nada a perder.

 

Lá vem você (em minha direção?), olho em volta, peço licença (me sinto zonza).

Anúncios