Arquivo do mês: fevereiro 2011

Anderson “Spider” Silva

Aos entusiastas que acompanham as Mixed Martial Arts (MMA) devem ter ao menos ouvido falar do brasileiro Anderson “Spider” Silva, atual campeão do Ultimate Fighter Championship (UFC) na categoria Middleweight ( até 84 kg ).

Dono de uma incrível marca de 13 vitórias e 8 defesas de cinturão no Ufc, Anderson é um dos atletas mais enigmáticos do evento: atuações espetaculares, provocações, vaias… realmente não sabemos o que pode acontecer quando “Spider” sobe ao ringue.

Após ter tirado o cinturão do queridinho do UFC, Rich Franklin, em outubro de 2006, ficou provado a todos que ainda duvidavam de suas capacidades que Anderson chegou para ficar. Desde então ele foi forçado a se superar a cada luta e em cada vitória incontestável nos perguntávamos: Quem poderia parar o Anderson Silva? Dan Henderson, campeão do Pride? ( finalizado no segundo round ); Forrest Griffin, ex campeão do Light Heavyweight? ( massacrado no 1º round ); Chael Sonnen, lutando a 220%? ( Finalizado no 5º round).

Testado de todas as formas e em todas as situações, Spider se manteve impassível e conquistou a vitória, assim como conquistou muitos fãs e, principalmente, muitos críticos. Todos que querem vê-lo derrotado, e incluo também o chefão do UFC Dana White, fazem pressão para que suba de categoria. A questão é: não tendo ninguém para batê-lo, ninguém para desafiá-lo, seria o certo obrigar “Spider” subir para o Light Heavyweight a fim de torná-lo “vencível”?

Eu acho que não, e resgatando a célebre frase:

O cinturão tá aqui! Quem quiser tomar é só vir aqui, bater o peso e cair dentro.

Anúncios